quarta-feira, 28 de novembro de 2018

PALAVRAS AO VENTO Nº 2


Todas as quartas-feiras publicamos um resumo semanal das mensagens de nosso grupo, a fim de nos lembrarmos de parar a respirar um minuto a receber a chama branca da pureza e ascensão.

Para ler as mensagens clique no link.

Gratidão a todos





1.
Deixar de acreditar em seu poder pessoal de transformar tudo aquilo que não ressoa com seu coração é doar o que tem de mais belo à vontade alheia. É deixar de ser o que é. É perder sua autenticidade. Confie no seu poder pessoal! Em sua força de transformação! Há uma enorme capacidade de criação dentro de ti, a qual ainda desconhece.

2.
Outro motivo para comemorar é o de olhar para si mesmo como é. Sim, olhe para você e veja como é perfeito, exatamente assim! Você é único e imprescindível, absolutamente perfeito dentro do universo. Se não fosse assim não haveria porque estar aqui e agora! Comemore pelo o que é!

3.
Silencie-se sempre que puder. Encontre sua própria forma de o fazer, deitado, caminhando, nadando, praticando ioga, não importa. Mas persevere nesse objetivo até que encontre seu silêncio interior independentemente do local que esteja. Apenas diante do silêncio interior é que o ego deixa de nos comandar e passa a nos servir. Assim nos tornamos capazes de nos ouvir sem ruídos.

4.
Tenha sempre a certeza de que aquilo que é feito com amor prosperará. Ainda que o caminho seja nebuloso, o horizonte se abrirá e tudo que sonha se materializará se guardar morada em seu coração. Lembre-se, aquele que persevera obtém. Quem com frequência troca uma coisa por outra nada produz.

5.
Sempre que possível pare um minuto a respirar. Olhe para seu corpo, sinta-o, como se sente agora? Faça disso um hábito diário, realizar pequenas pausas no dia apenas para sentir e respirar. Aos poucos faça disso um hábito para que o sentir se transforme no seu guia interior.

6.
Outro motivo para comemorar é o de simplesmente saber que há vida dentro de ti. Apenas isso já lhe dá a oportunidade de fazer algo diferente. Ao invés de sentir culpa pelo que passou, abençoe a vida que há dentro de ti, dando-te a oportunidade de fazer diferente e mostrar a que veio, construir sua própria sabedoria.

7.
Quando a raiva ou a desesperança te alcançar, recolha-se em seu sagrado coração, tire um tempo a se silenciar. Aguarde calma e pacientemente, confiando que tudo passa. Nessa hora não saia a buscar algo a amortecer essa dor. Saber que a dor existe, mas dar o tempo de amadurecimento necessário a sua compreensão é um ato de fé na vida que combate nossas reações mais primitivas.

Fonte: coracaoavatar.blog.br

Thiago Strapassson


Nenhum comentário:

Postar um comentário