domingo, 19 de março de 2017

Invocação da Chama Violeta Cristal – Divina Presença Eu Sou Michele Martini e Thiago Strapasson







A Chama Violeta-Cristal ancorada por nossa presença Eu Sou, na comunhão de duas almas, Violeta e Cristal, traz a todos a paz e transformação das restrições guardadas em nossos registros.


A primeira função da Chama Violeta-Cristal é atuar como um indicativo daquilo que necessita ser purificado em nosso interior. Juntamente a essa função a Chama Violeta transmuta as restrições, ressaltando-as para iluminação. Em nossos registros de alma ocorre a liberação e transcendência das restrições. Ao final do processo irradiaremos a paz através da transformação dos blocos de pensamentos que nos vinculam as dores e ao sofrimento na experiência terrestre.




A Chama Violeta-Cristal é um poderoso instrumento à disposição de todos aqueles que se dispuserem a transcender suas experiências junto à matéria, conectando-se ao Eu Sou ou ao nível de alma para compreender as experiências a partir de uma visão superior da vida.

Ela atua como um processo alquímico, que apontando as impurezas contidas no elemento as transforma em algo diverso, mais puro e conectado ao nível Eu sou de manifestação da alma. É uma chama de elevação através da purificação e transformação de tudo aquilo que nos restringe no nível físico de manifestação.

A Chama Violeta-Cristal nos expõe em toda a pureza, agora transformada em essência de paz, nos conduzindo à ressurreição da vida em unidade de corações e propósitos.

Mas os alertamos, não se trata de um processo que sempre será suave, pois exige coragem de nos desnudar diante do mundo, tomando contato profundo com nossos registros que necessitam ser iluminados e aglutinados em um nível de experiência e sabedoria de alma. Exige, sim, coragem, em transformar os paradigmas que nos prendem à matriz energética planetária, aceitando nossas próprias imperfeições, nossos apegos, tudo aquilo que nos conduziu e nos manteve presos à roda cármica de encarnações.

Ao trabalhar com a Chama Violeta-Cristal, manifestações físicas poderão surgir, como dores ou desconfortos em alguns pontos do corpo, bem como dores profundas da alma como tristeza, cansaço e sentimento de solidão. São sentimentos característicos da morte do antigo Eu e do surgimento da transformação interior que os conduzirá à paz no presente.

Para amenizar esses sintomas é necessário a aceitação de tudo aquilo que somos, com amor, perdão e acima de tudo o entendimento de que todos nós nos vinculamos a determinadas restrições em um nível akáshico para que pudéssemos estar presente na experiência material.

É chegada a hora da transformação, da liberação e da ressurreição à verdade de alma e a Chama Violeta-Cristal poderá ser um importante instrumento nesse trajeto de elevação da alma, transmutando nossas restrições para manifestação da pureza que somos. Ao final estaremos ancorando a chama dourada do equilíbrio, para termos sabedoria em lidar com esse processo profundo de liberação de toda nossa verdade interior, sem mascarás, sem subterfúgios, sendo apenas a verdade sem apego, liberando tudo ao entendimento que somos e sempre seremos a manifestação da unidade de Deus.

Para invocar a chama Violeta cristal e realizar o trabalho de transmutação e retorno à pureza interior, primeiramente deve-se permanecer em estado meditativo. Para isso, sente-se confortavelmente ou em posição de lótus e respire, acalme a mente. Permaneça com as mãos sobre as pernas fazendo o Gyan Mudra. Em seguida. Invoque a proteção e presença de todos os mestres dos sete raios, antecedidos pelos Guardiões, Arcanjos e Elohins. Invoque a presença e proteção dos seus guias espirituais e da divina presença Eu Sou. Permaneça nesse silêncio aceitando os pensamentos que vierem, com calma. E ao som do Gayatri Mantra, observe como eles se vão assim como vieram, sem alterar o seu estado calmo e de paz.

Em seguida, quando já não houverem mais pensamentos a invadir a mente, conecte-se com o sol central planetário e com a Divina Presença Eu Sou acima do coronário. Você se torna um vórtice de luz , ligado acima e abaixo, ancorado e permanecendo no momento presente e com múltiplas dimensões. Em seguida, invoque mentalmente:

"Eu invoco a Chama Violeta Cristal,
eu invoco a Chama Violeta Cristal,
eu invoco a Chama Violeta Cristal."

Uma descarga eletromagnética desce até você através da sua conexão com o Eu Sou, pelo seu chacra coronário. Desce até o Sol Central, passando por todos os seus chacras. Você poderá perceber uma chama Violeta intensa a se manifestar em sua volta e em todo o seu corpo, e gradativamente vai crescendo um foco de luz Branca do seu chacra cardíaco. A Chama Branca vai se estendendo por todo o seu corpo e se mistura à chama Violeta. Esse processo pode demorar alguns minutos, mas é importante que seja feito com calma e a mente entregue ao poder da Chama. Esse trabalho pode gerar desconforto físico, e por isso deve ser feito gradativamente, com calma e quantas vezes forem necessárias até que as dores cessem. Para que então possa seguir para a segunda etapa do trabalho (descrita abaixo). Para finalizar essa primeira etapa, estabeleça um campo de proteção em sua volta com a Chama Azul, e comande para que a energia permaneça sustentada trabalhando em você, até que sejam transmutadas todas as restrições, e retorne à pureza interior. Decrete: 

"Eu ancoro a Chama Violeta-Cristal, e comando que permaneça sustentada em mim, transmutando todas as restrições do meu registro akashico, e manifestando a pureza interior.

Eu invoco a Chama Branca que manifestará em mim a pureza interior, da qual eu fui criado e a ela retornarei.

Eu manifesto em mim a transmutação de todas as restrições e ancoro a Chama Violeta Cristal.

Em nome da Divina Presença Eu Sou, eu ancoro nesse momento, em meu DNA, a Chama Violeta Cristal.

Eu Sou, Eu Sou, Eu Sou." 

Na segunda etapa, trabalharemos o seu meio externo. Assim que a energia for ancorada em você, permaneça em estado meditativo. Mas você entra em um estágio onde passa a flamejar a Chama Violeta Cristal em todo o seu campo áurico. E vai se expandindo até irradiar todos os seus corpos. Partindo da verdade de que Todos Somos Um. A próxima etapa é levar essa energia para o seu meio externo, que é Um com você. Faz parte do Seu Ser. Pois você está unificado em Um com o seu meio. Você observa a energia descendo pelo coronário de forma muito intensa, onde passa a formar um espiral ao seu redor.

Esse espiral de Chama Violeta Cristal vai se expandido e crescendo, até atingir a proporção que você desejar. Você controla essa expansão.

Por onde esse espiral se irradia, ele vai transmutando todas as restrições de todas as formas de vida desses locais. Quando dizemos todas as formas de vida, são até as energias que vocês não podem perceber com os olhos físicos, mas que estão nos ambientes. Desde a matéria que compõe os objetos, até aquelas formas de existência de outras dimensões, que estão no mesmo espaço físico. A energia irradiada flameja transmutando todas as restrições, e fazendo com que todas essas formas de existência brilhem como focos de Luz Branca, manifestando a pureza da qual foram criados. Essa pureza será mantida ao seu comando: 

"Eu comando que permaneça sustentada a pureza de cada Ser irradiado com a Chama Violeta Cristal." 

Invoque a Chama Azul e envolva todos os focos de luz Branca em Merkabas de proteção. Comande para que permaneçam sustentados. Invoque a Divina Presença Eu Sou de todas as formas de vida trabalhadas. Entregue o trabalho realizado para a Divina Presença Eu Sou de cada forma de vida, agradecendo e pedindo o ancoramento da Chama Rubi-dourada, a manifestar a paz e o amor desses seres em suas jornadas em encontro ao Eu Sou de cada um. 

Agradeça e finalize o trabalho ancorando em ti a Chama Rubi-dourada, e ativando o Merkaba de proteção da Chama Azul. Repita:

"Eu sou a chama Violeta Cristal manifestada, eu ancoro a transmutação e a pureza nesse planeta.

Eu sou a paz e a transformação do planeta, eu ancoro a chama Violeta Cristal, para que todos os seres retornem à pureza da qual foram criados, transmutando todas as restrições.

Eu Sou, Eu Sou, Eu Sou."

Namastê

Divina presença Eu Sou de Michele Martini / Thiago Strapasson - 17 e 18 de março de 2017.

Fonte: http://www.pazetransformacao.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário